16/11/2008

Encerramento da Época de Verão 2008

No último fim de semana de Outubro, o Grupo Bttanossamaneira, juntou-se para um passeio de Btt, para assinalar o encerramento da época de verão. Do encerramento fizeram ainda parte, um jantar e uma revival party dos anos 80. Foi com muita pedalada, energia e alegria, que nos despedimos do verão.
Como é normal nesta ocasião convidamos alguns amigos, fora do grupo, para nos acompanhar nesta actividade e pedimos-lhe que dessem a sua opinião, partilhando com todos a experiência vivida. A família Cardeira e a família Tarquínio, aceitaram o repto.

Eis as suas mensagens...


BTT à vossa maneira


Queremos fazer uma primeira abordagem agradecendo desde já o vosso convite e principalmente pela vossa excelente integração proporcionada a um casal não habituado a estas andanças.

Sabendo de antemão os objectivos para o qual foi constituído o vosso clube, queremos pois dar os parabéns a todos pela nota muito positiva alcançada.

Relativamente ao passeio propriamente dito queremos fazer os seguintes comentários:

- na primeira parte do passeio, com dificuldade moderada teve uma escolha muito acertada (não é a escolha da Deco, mas...) do local para almoço (pena que quase ninguém comesse – já o tinham feito ao longo do percurso), e ainda na escolha de trilhos onde tiveram dificuldade técnica acrescida, trilhos com andamentos mais rápidos proporcionando momentos de adrenalina mais intensa, e com paisagens/envolvimento florestal de grande qualidade/beleza;

- na segunda metade do passeio, com percurso excelentemente bem escolhido, quero salientar (aqui a minha esposa já não tem direito a opinião) a alternância conseguida ao longo do percurso, ora com subidas de inclinação considerável, ora com descidas de grande intensidade (de que tanto gosto, descidas....), e com a passagem pelo vale, onde a cor predominante é o verde, apresentou estradões agradáveis e com oscilações de temperatura que permitiram sentir-nos vivos, ah, ah, ah..., muito bom!

- Na parte inesperada, é claro a dos furos, queremos dizer que 32% (8 furos em 25 participantes, é obra!!) é uma meta difícil de bater, daí que se o objectivo era esse (fazer uma boa média), queremos também dar os parabéns, ah, ah, ah,..., já nos esquecíamos, uma palavra de incentivo para o Renato, força! não desistas!, 3 furos (37,5% dos furos) num passeio só acontece uma vez na vida.

Relativamente à segunda parte, jantar, dever cumprido, mais participantes do que no passeio, já se esperava!!

Quanto à Revival Party, muiiito bom! Sim senhor, agora vamos particularizar, os nossos sinceros parabéns ao casal Coelho pela forma como nos acolheram e proporcionaram uma noite bastante agradável. Parabéns.

Ao vosso clube só podemos desejar muitos mais anos de vida com muita actividade.

Pedro Cardeira e Sónia Henriques

De Nazaré e Carlos

Vestiaria, 28 de Outubro de 2008

Comentários acerca do passeio, do jantar e do resto da noite.

Nós somos um dos casais penetras (eu era aquele que tinha capacete no passeio), que se juntou a vocês no passeio de BTT, no jantar e, como se não bastasse, ainda fomos à festa em casa do Davidão.
Em relação ao passeio de bicicleta, a parte da manhã foi muito difícil, porque de vez em quando andávamos mais de 600 metros seguidos, e isso cansava muito; no que diz respeito ao jantar, tirando o facto de me terem partido a cadeira onde estava sentado, tanto eu como a Nazaré, gostámos muito; por último, a festa em casa do Davidão, só temos uma palavra a dizer relativamente ao ambiente, à música e ao pessoal: adorámos.

Beijinhos e abraços
Nazaré e Carlos

2 comentários:

dcoelho disse...

Foi um dia bem passado, não foi...
Mas os furos, como é possivel, deve ser recorde nacional. O Renato teve três furos é de loucos, eu vou mais além do que o Cardeira. Furar três vezes no mesmo passeio, é uma vez nalgumas vidas.
Mas foi um dia que proporcionou imegens bonitas, entre outras, lembro-me de um telemóvel à prova de chulé e umas calças de camuflado a dançar os AC/DC.
Para o ano é para repetir.

tARQUINIO disse...

O Renato teve três furos, mas teve muita sorte, porque a bicicleta dele era a estrear, agora imaginem, quantos furos ele não teria tido, se a bicicleta não fosse nova. A meia do telemóvel era practicamente lavada, só tinha sido utilizada 4 vezes. Pró ano contem comigo outra vez.